READINGS
ABR 20

RECORDANDO A CODERCH

O livro consta de duas partes. A primeira recolhe as entrevistas realizadas entre setembro de 2013 e novembro de 2014 a arquitetos e especialistas que conheceram José Antonio Coderch y de Sentenmat, com o objetivo de obter informações para preparar una exposição que homenageasse o arquiteto no centenário de seu nascimento. O resultado é um relato em coro, um arquivo vivo de seu legado. A partir de entrevistas a pessoas como Pepe Coderch, Carlos Ferrater, Josep Llinás, Rafael Moneo e Josep Maria Rovira, entre os vinte e um relatos, a figura de um personagem “polêmico, contraditório, às vezes, afável, às vezes, autoritário, mas sempre brilhante” (em palavras de Pati Núñez) vai se configurando. Ao longo destas conversas surgem questões como a amizade, as ideias políticas, seu caráter e, principalmente, sua arquitetura. A segunda parte do livro contém o projeto, inédito até agora, de La Herencia. Projeto que surge de uma pesquisa que o arquiteto começou em 1969, e que consistia em buscar a máxima flexibilidade em blocos habitacionais criando um sistema que permitisse compartilhar os espaços com as moradias da vizinhança. Em relação aos textos que integram a primeira parte, vale observar que o leitor não encontrará a clássica entrevista a modo de perguntas e respostas, mas extratos de conversas “das quais se tratou de manter o caráter coloquial. As questões, portanto, não estão ordenadas e não seguem necessariamente um fio condutor, para além do personagem e de sua obra. Entre as questões formuladas, incidimos especialmente no projeto de La Herencia”, escreve Pati Núñez na apresentação do livro. Para encerrar dizendo que “(espera) que sirva ao leitor para descobrir uma nova dimensão de José Antonio Coderch, para além de sua arquitetura”. 

RECORDANDO A CODERCH
Vários autores, editado por Pati Núñez
Librooks
17,5 x 23,5 cm, 239 páginas
2016, Barcelona
(em espanhol)